Equipamentos e alimentação Araçatuba.


E na hora de arrumar a mochila pra aventura, “pinta” aquela dúvida: “O que levar?”

Claro que não queremos carregar peso desnecessário, mas também não queremos passar apuros, ainda mais com um bebê. Precavidos que somos, sempre optamos em levar a mais do que menos, mas esse “a mais” pode significar alguns quilos além, e que, na subida, certamente farão grande diferença!

Aventura como a que fizemos (nossa aventura), sem pernoite, não exige tanta preparação, mas claro que não podemos esquecer nenhum item essencial, como por exemplo uma fralda!

Organizamos as mochilas na noite anterior por etapas:

Equipamentos: Mochilas, fogareiro, botijão de gás (pequeno para usar com o fogareiro), canivete, copo e prato plásticos, colher, capas de chuva, protetor solar (adulto e infantil), câmera fotográfica, GPS, sacolas plásticas (para colocarmos o lixo), pilhas reserva, bastões de caminhada, papel higiênico, panela, 02 lanternas (para o caso de escurecer na trilha).

Alimentação: Biscoitos integrais, frutas diversas, salgadinho, sanduíche, 02L de água, papinha Nestlé (almoço da Manu), barrinha de cereal, Gatorade, amendoim, chá (sobrou um pouco de comida e água, mas levamos a mais, porque a ideia inicial era subir até o cume, ou também para o caso de nos perdermos).

Nossas roupas: Bota de caminhada, calça confortável, camiseta que permite a transpiração, um fleece e um anorak (jaqueta), boné, óculos de sol.

Itens Manu: touca e chapéu, roupas quentes, roupa reserva, óculos de sol (não usou), fralda descartável, fralda de tecido, lenço, pomada, cheirinho (cobertorzinho), luvas.

Deixamos no carro: roupas reserva para nós, remédios da Manu para febre e coriza (felizmente não utilizamos).

Café da manhã: Nosso café da manhã em casa foi bem reforçado! Pão com ovo e cookies integrais. Como havíamos acordado em cima da hora, ficaríamos mais atrasados se ainda déssemos café da manhã pra Manu, por este motivo antes de sair de casa, eu(mamãe) fiz um creme de abacate, banana, cacau e uva passas batidos no mixer. Na maior parte do caminho até lá, fui sentada no banco de trás do carro, alimentando a Manuzinha. Além do creme a Manu comeu ½ maçã. Na outra metade do percurso fui sentada na frente, pois estava ficando enjoada com todas as curvas e lombadas da estrada!

Na hora de escolher as roupas, sem dúvida ajudou e muito pesquisar a previsão do tempo no dia anterior. Mas com um bebê é necessário prevenir e levar de tudo um pouco. Quando iniciamos a subida, a temperatura nos exigiu roupas mais quentinhas. A medida que ficamos expostos ao sol, fomos tirando os casacos e na Manu, substituindo a touca pelo chapéu. Bastava alguns metros para o sol se esconder e o vento frio soprar forte, obrigando-nos a nos agasalhar.

Bom, sem dúvida uma aventura com uma criança exige mais! Mais tempo,mais preparação,mais energia,mais fôlego,paciência e disposição. Mas, estes esforços são ricamente compensados quando percebemos o semblante de alegria e entusiasmo naqueles que mais amamos, nossos filhos!

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *