Em busca da “fumaça” 2


Impossível passar despercebido o som inconfundível da Maria Fumaça.

No último sábado, pudemos ouvi-la “descendo” pela manhã. Estava um lindo dia! Perfeito para fazer atividades ao ar livre.

A Manu sempre fica atenta quando escuta o apito do trem. Por isso, para nós era importante estar a tarde com ela e curtir sua felicidade ao ouvir o som alto e o vibrar dos trilhos ao passar da locomotiva.

Resolvemos então encontrar a Maria Fumaça “subindo”. O horário previsto para o retorno em Rio Negrinho era 16h; às 14:30 já estávamos na estação de Rio Vermelho.

Enquanto aguardávamos, brincamos com os cachorros da rua, nos trilhos, nas árvores. Devoramos o lanchinho que levamos e passeamos bastante pela estação, até cansar! É uma pena que as demais estações não estejam preservadas como a de Rio Negrinho.

Pois bem, quando estávamos desistindo de esperar (afinal ficamos em torno de 01 hora e meia no sol forte), já retornando para o carro, eis que ouvimos o apito de longe. Huuh que euforia! A espera valeu a pena, foi compensada com muita alegria! Cada vez que ouvíamos o apito, a Manu ficava empolgada, batendo os pezinhos na mochila, como se quisesse dizer: Vamos junto mamãe!

 

O passeio: Já pudemos contemplar este passeio há alguns anos atrás, uma fascinante experiência! Sem precisar estar na Europa para viajar sobre os trilhos, o passeio encanta com suas belezas naturais e surpresas durante a viagem, bem pertinho de casa!

Conhecer um pouco mais da nossa linda região pela janela do trem, certamente é uma forma de voltar no tempo por alguns instantes na charmosa “Maria Fumaça”, em um trajeto que vai da cidade de Rio Negrinho até a igreja em Rio Natal – SBS. Porém, mais interessante do que chegar no destino final, com certeza é o caminho!

Mais informações: http://abpfsc.com.br/web/rionegrinho/


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 pensamentos em “Em busca da “fumaça”