Parque Estadual de Vila Velha


Lembrávamos de Vila Velha com nossos 12 anos de idade, mais ou menos, em visita ao Parque, na aula de Geografia, acompanhados da professora Arlete. Conhecer de perto as furnas e arenitos que até então só tínhamos visto no papel nos deixou maravilhados!

Há algum tempo queríamos voltar ao parque, e agora com a Manu.

Nos acompanhando neste passeio, nossos amigos Nayara e Lessandro e nosso afilhado João Paulo.

A distância de São Bento do Sul até o parque em Ponta Grossa-PR é em torno de 200 km e levamos 02h 40min, pois pegamos chuva durante a ida. E também tivemos que parar quando a Manu vomitou, pois se engasgou com uma batatinha. Tudo certo, seguimos viagem.

Chegando ao parque compramos os bilhetes de entrada: 18,00 para conhecer os arenitos, furnas e lagoa dourada + R$ 10,00 por pessoa pelo guia.

Como é proibido comer na trilha, fizemos um lanche e seguimos até os arenitos de ônibus, que é disponibilizado pelo parque. Só o passeio de ônibus já foi bem emocionante pra Manu, o ônibus estava cheio e ela foi conversando com as pessoas e admirando a paisagem.

O tempo estava indefinido. Quando chegamos chovia, e colocamos roupa impermeável na Manu, logo fez o maior sol, e precisamos passar muito protetor solar.

No início da trilha ela foi na mochila, porém por pouco tempo, pois estava com a maior energia e queria mesmo era correr!! Como é bom vê-la apreciando tudo com tanta alegria, disposição e entusiasmo. Interagindo com o ambiente de forma pura e contemplativa.

Os arenitos realmente são incríveis! Rochas esculpidas pela ação da água e temperatura, há milhões de anos, dão forma a todas as coisas que a nossa imaginação permitir. Conseguimos observar rochas em formato de cachorro, anjinho, bota. As mais famosas “esculturas” do parque sem dúvida são a taça e a garrafa de refri.

O que achamos um pouco ruim, foi ter que acompanhar um grupo grande de pessoas que pelo jeito estava com pressa. Quando conseguíamos chegar perto deles em frente a um arenito, já estavam saindo. É complicado fazer uma criança de 02 anos entender que estamos passeando, mas que ela tem que ir rápido pois temos que ficar próximo a todos.

O ritmo de um passeio com criança é outro e estamos acostumados a fazer as atividades por conta própria. Paramos quando queremos, admiramos sem pressa, fotografamos, damos atenção pra Manu e permitimos que ela curta a natureza em seu tempo. Mas tivemos que nos adaptar, pois acompanhar o guia em grupo, é política do parque.

Acho que por isso, na minha opinião a parte mais legal foi o bosque! Talvez porque a esta altura a turma já estava menor (algumas pessoas optaram em retornar). Apesar do caminho exigir mais atenção por estar escorregadio, conseguimos observar com mais calma e tranquilidade, realmente curtindo o local, até tomamos um banho refrescante com a água que escorria das pedras, que sensação incrível! Queríamos ficar ali brincando de alcançar os pingos com a boca! Heheh

Acompanhados da guia Chantal, retornamos à base do parque, lanchamos novamente e seguimos de ônibus para conhecer as furnas e a lagoa dourada!

As furnas – que são grandes crateras com água em seu interior e cercadas de vegetação – realmente impressionam! Quando as visitamos pela primeira vez havia um elevador que descia com os visitantes até próximo da água (para uma criança de 12 anos aquilo era surreal!!). Mas por questões ambientais e de segurança o elevador foi desativado.

A lagoa dourada, infelizmente não estava dourada naquele dia por conta de muita chuva, então não foi possível ver os cardumes de peixes. Mesmo assim valeu o passeio.

Obrigada queridos Naya, Le e João pela ajuda, paciência, companhia e pelas belas fotos.

Informações:

No parque, há opção de pagamento de meia entrada para os casos de estudante, doador de sangue e outros. O valor do guia é integral.

O parque dispõe de lanchonete, sanitários e trocador.

Há horários definidos para saídas dos ônibus (consultar no parque).

Para fazer o passeio completo (arenitos, furnas e lagoa dourada) levamos em torno de 05h, contando o tempo parado.

http://www.pontagrossa.pr.gov.br/parque-estadual-vila-velha

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *